Bru Calderon

Depressão pós fim de semana?

Quem nunca sentiu aquele borocochô tipo sensação de depressão pós final de semana? Ele tem até grau de intensidade – quanto mais “intenso” o final de semana, mais intensa a sensação de depressão. Reconhece?

Talvez até hoje você tenha associado essa sensação apenas com o emocional, o prazer de estar com as pessoas, o lazer… e o vazio de voltar para rotina na segunda feira.

Mas não.

Também é fisiológico e está conectado com seu intestino.

Quanto mais “intenso” o final de semana, quer dizer consumo de bebida alcoólica, frituras ou outros alimentos mais gordurosos como embutidos e queijos, maior consumo de carnes, maior consumo de doces e gostosuras de confeitaria ou padaria. E ao comer mais esses alimentos, provavelmente come menos frutas, verduras e legumes. É isso?

Antes de continuar, uma informação super importante – também gosto de degustar um vinho. Também gosto de aproveitar o tempo livre nos finais de semana para cozinhar alguma coisa mais elaborada, de sabor mais forte. Também gosto (muito) de comer e comida super faz parte do compartilhar momentos com as pessoas !

Agora posso continuar…

Você nunca está sozinho pois no seu intestino habitam cerca de 390 trilhões de micro-organismos, é maior o número de micro-organismos do que de células do seu corpo todinho! Tudo  que você coloca para dentro  na forma de comida, bebida ou remédios influencia quais micro-organismos vão sobreviver ou não e isso muda muita coisa, especialmente a intensidade da sensação de depressão pós final de semana.

Bru Calderon

Isso acontece pois 90% da serotonina, o hormônio da felicidade, é produzida no intestino sob influência desses micro-organismos que vivem no intestino, a microbiota intestinal e ainda que essa serotonina não chegue até o cérebro, ela estimula a liberação de serotonina no cérebro via nervo vago. É como se ela fosse um sinal para a produção cerebral.

Acontece que apenas 1 dia de mudança alimentar altera a microbiota intestinal e se essa mudança for aquela do “final de semana intenso” a produção de serotonina no intestino vai cair drasticamente. Como consequência, a liberação de serotonina também cai. E dá-lhe sensação de depressão!

Bru CalderonE como faz? Minimiza o dano, pelo menos alimentando as bactérias do bem com frutas, verduras, legumes em pelo menos uma porção bem generosa em cada dia. Ideal seriam as duas refeições com esses alimentos! hehe… Você pode pegar algumas receitas de salada da Bru, por exemplo, para minimizar esse dano ou alguma outra receita saudável.

Além disso, dar uma controlada na quantidade de alimentos com excesso de gordura saturada de queijos e carnes, excesso de proteína animal, excesso de açúcar é uma excelente estratégia.

E voltar logo para a rotina na segunda, sabendo que seu corpo tá precisando de legumes e verduras, quem sabe testar uma receita que a Bru coloca como #segundasemcarne?

Faz isso e me conta aqui nos comentários?

Beijos mil,

Karelin Cavallari


Conheça mais sobre o trabalho da Ká em: http://www.karelincavallari.com.br e também no Instagram.

Que tal receber minhas receitas super quentinhas direto no seu email?

É só informar o seu melhor email: